COMO EMPREENDER EM PORTUGAL E MUDAR DE VIDA?

Há cerca de cinco anos eu comecei a empreender em Portugal depois de uma longa jornada de empreendedorismo no Brasil. Há vinte cinco anos eu passei a empreender no segmento de tecnologia. Assim, construímos uma empresa saudável, humana e com sólidas bases.

Após essa primeira jornada empreendedora, comecei novamente a construir empresas e como na vida, o sucesso do passado não representa sucesso no presente. Mas pode sim, representar muita sabedoria e aprendizado, comecei a partir do zero a construir novas empresas.

Nesta nova onda, em uma visita a Portugal surgiu na minha frente uma série de insights sobre o movimento que estava acontecendo, os brasileiros queriam empreender em Portugal. Sinceramente, a impressão que tive era de que desejavam reproduzir o que havia sido feito anos atrás nos EUA.

Bem, na Europa tudo é diferente comparando com a América do Norte. Na Europa, as oportunidades que existem principalmente nos EUA simplesmente não existem. Limpeza de piscinas, serviços de manutenção em casas, babás ou ainda outras atividades, são muito mais raras na Europa.

Analisando o movimento de entrada de brasileiros na Europa, principalmente, por Portugal e vendo essa mobilidade de muita esperança na transformação de suas vidas, comecei a pensar como seria possível criar um modelo de construção de negócios em Portugal para esses brasileiros.

Desta dor dos brasileiros, começamos a criar formas e uma metodologia para ajudá-los e minimizar as possibilidades de insucesso. Nasce assim, minha jornada empreendedora em Portugal.

EMPREENDER EM PORTUGAL PRIMEIRO PASSA POR COMBINAR COM TODOS QUE SÃO IMPORTANTES EM SUA VIDA

Quando pensamos em empreender em outro país jamais podemos esquecer que não se trata apenas da abertura de um negócio. Empreender internacionalmente, é literalmente mudar de vida. A questão mais importante sobre quando falamos em empreender em Portugal é: Você combinou isso com todos os envolvidos?

Pode parecer até básico demais falar sobre isso, mas saiba que não é. Presenciamos dezenas de brasileiros que já em Portugal e em muitos casos iniciando uma empresa por lá começavam a articular no Brasil como fariam com suas famílias e parentes.

Abrir uma empresa em outro país ou empreender em Portugal, reporta a uma mudança de vida. Empreender em Portugal é morar lá e viver em outro país requer mudar hábitos, mudar conexões alterar quase todos os comportamentos que tínhamos no Brasil.

Culturalmente, somos próximos, isso não podemos negar. Portugal é bastante aderente a nossa cultura e modo de vida, mas não se engane. Somos também muito diferentes em diversos aspectos.

Um exemplo que gosto de dar são encontros comuns em Portugal de clubes de homens. Em boa parte deles você precisa ser convidado por algum português. Sem conhecer ou ter contatos locais, como você pode ser inserido neste universo?

Criar comunidades de iguais em um país estrangeiro resolve superficialmente esta sensação, mas o que você fará na prática é criar um clube do bolinha que mais afasta você da comunidade local do que te insere nela.

Empreender em Portugal é mudar de vida e será que você está atendo a tudo que isso significa? Temos em nosso blog no Conexão Europa algumas centenas de artigos que tratam do tema cultural na Europa, vale a pena sua atenção e leitura de alguns deles.

Sente com sua família, construa este projeto de empreender em Portugal com eles, visite o país, converse com quem já tomou essa decisão, procure suporte em todas as áreas e faça nosso curso de Empreender em Portugal.

Falando sobre ele, quero expor para você cinco passos muito relevantes para você começar a colocar em prática seu projeto de internacionalização.

CINCO PASSOS PARA EMPREENDER EM PORTUGAL

MINDSET:

Empreender não é abrir uma empresa, mas sim um modelo mental. Quem empreende coloca em sua empresa aquilo que acredita como possibilidade de solucionar um problema. O empreendedor normalmente é alguém que tem coragem de apresentar sua proposta de valor ao mundo e com ela gerar lucro.

Sim, não é simples empreender, por isso é fundamental ter um modelo que você possa ter como base ou mesmo segurança para poder construir um negócio com maiores probabilidades sucesso.

TENDÊNCIA DE MERCADO:

Empreender nunca deve ser uma opção quando o negócio pretendido é apenas um movimento momentâneo baseado em um modismo. A tendência de mercado revela um comportamento humano que tem forte probabilidade de demonstrar novas vertentes e novas oportunidades.

Quando analisamos tendência e empreendemos a partir de uma delas aumentamos relativamente as chances de sucesso. Lembrando sempre que tendências em Portugal são muito diferentes das que estamos acostumados. Humildade para aprender como se comporta o consumidor no país desejado é fundamental.

CAPTAÇÃO DE INVESTIMENTOS:

Poucos sabem sobre captação de recursos, mas é possível mesmo em um banco comercial privado conseguir linhas de financiamento em Portugal com taxas anuais perto dos 3%. Em bancos no Brasil a título de exemplo, em muitos casos conseguir juros mensais inferiores a 3% é milagre.

Além do capital existente nos bancos, há dezenas de linhas derivadas da união europeia, do governo de Portugal, dos governos estaduais e municipais. Também são muito comuns, linhas de fomento para setores específico, como turismo, alimentação, tecnologia etc. Esses podem ter boas condições de financiamento em muitos casos a fundo perdido. 

MARCOS REGULATÓRIOS E CONTÁBEIS:

Empreender em Portugal é muito diferente do que no Brasil. Desde o sistema tributário, que mais se parece com nosso lucro real, até outras questões regulatórias é muito relevante e estratégico saber as diferenças e entender os custos inerentes para estas questões.

Em alguns casos, já vimos negócios serem inviabilizados em função das questões legais ou a questão tributária ser mais alta do que no Brasil. Não se iluda, compreender exatamente como se posicionar em relação a questão fiscal é essencial. Em Portugal, não cabe o jeitinho brasileiro.

EMPRENDER EM PORTUGAL: ABERTURA DE EMPRESA

Somos sempre muito questionados sobre como é abrir empresas em Portugal. Saiba que sobre este ponto nós somos muito diferentes deles, abrir empresa em Portugal é muito simples. Podemos dizer que em um dia você resolve isso.

Podemos enquanto brasileiros ter empresa lá, eu mesmo sou prova disso e é possível enquanto estrangeiro submeter projetos a linhas de financiamentos. Uma vez faturando seu negócio em Portugal, você já pode procurar linhas de financiamento.

COMO EMPREENDER EM PORTUGAL: UM CURSO PARA VOCÊ MUDAR DE VIDA!

São mais de 25 anos de experiência empreendendo. Dentro destes vinte e cinco anos foram dezenas de empresas criadas e mais de 30 sócios. Muitas histórias de sucesso, mas muitos fracassos também. Afinal, empreender é um constante aprendizado.

Desenvolvi um modelo fundamentado e metodológico que maximiza o protagonismo do empreendedor levando a ele os ferramentais para que ele construa um modelo de negócios aderente ao mundo atual com uma proposta de valor real.

Passando pelo empoderamento, que é na verdade um despertar para o mindset empreendedor e entrando nos modelos possíveis de empreender, criamos no curso que é uma bela jornada do despertar para empreender e colocar em prática essa ideia.

Mas não paramos por aí! A partir de um modelo, mergulhamos na questão de como construir conexões utilizando os modelos digitais de hoje. O método apresentado foi desenvolvido totalmente por nós. Assim, passamos por toda a jornada empreendedora, mas jamais esquecendo que não basta ter produto ou serviço, precisamos entregar tudo que propomos.

Neste curso, você poderá empreender sendo despertado para isso. Aulas práticas sobre gestão financeira, vendas os modelos contábeis e jurídicos de Portugal também fazem parte do curso. Bem, tem coisa muito bacana totalmente inédita criada para você.

Não posso esquecer de dizer que também teremos dentro do curso uma aula sobre os vistos necessários para você empreender em Portugal.

Olha, teremos ainda muitas aulas extas sobre cultura de startups, investimento anjo, como montar um pitch de apresentação, inovação, ou seja, uma verdadeira imersão em como empreender em Portugal.

Não fique fora dessa, tenho certeza de que esse artigo despertou em você o tema de empreender em Portugal. Acesse na área de treinamentos do Conexão Europa e comece a fazer parte do time que está mudando de vida em Portugal!

SOBRE O AUTOR:

Benício Filho.

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela UNIFESP em Neurologia Oftalmológica na área de Empreendedorismo e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise.

Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador dá Palestras & Conteúdo, Sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal).

Atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio), além de participar de programas de aceleração como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros.

Palestrando desde 2016 sobre temas como Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência, já esteve presente em mais de 300 eventos (número atualizado em dezembro de 2019). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul) bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas”.

Construir conhecimento só é possível quando colocamos o aprendizado em prática. O mundo está cansado de teorias que não melhoram a vida das pessoas. Meus artigos são fruto do que vivo, prático e construo.

Share This