UM DIA NO ATLANTIC STATION

Quando inauguramos o Atlantic Station no começo de 2021, parecia para mim, em um primeiro momento distante ter uma rotina de trabalho neste espaço.

Antes deixa eu explicar a você, que embora seja um dos sócios fundadores da Atlantic Hub, moro no Brasil e alterno minha presença em Portugal com minha vida no Brasil.

Nossos clientes em sua grande maioria têm negócios em solo brasileiro. Desta maneira, ter presença forte é fundamental para nossa atuação.

Portugal precisava de um hub com nosso DNA. Um local onde o espaço físico fosse especial e o conhecimento em internacionalização e inovação fosse essencial.

Com a junção destes dois universos nasceu o Atlantic Station. Um local com vida própria em relação a Atlantic Hub, mas com nossa marca e nossa operação.

Essa por sinal é uma das nossas características. Criamos nossos negócios como unidades de negócio. Assim, mantemos a independência da operação principal sem perder nosso propósito.

Neste ano de 2021, estive presencialmente um longo período em Portugal. Foram quase três meses de imersão.

O Atlantic Station foi o local do meu dia a dia de trabalho e quero aqui descrever a você como este local foi essencial em minha conexões, gerações de oportunidades e planos futuros.

Lembre-se, estando em Portugal, passe no Atlantic Station para conhecê-lo. Sua empresa em terras portuguesas já tem endereço físico e apoio nas mais diversas áreas e fases do seu negócio.

UM LOCAL ONDE SE RESPIRA INOVAÇÃO E NEGÓCIOS

Uma definição do Atlantic Station é de que este local respira inovação e internacionalização. Seu espaço foi pensado para promover o encontro, fundamental no processo criativo, mas também para que dentro das suas diversas atividades a troca fosse possível.

Nos diversos dias que estive no Station era quase impossível não ter um novo insight. Tantas são as conexões que acontecem que tenho a certeza de que oxigenar seu negócio também é um dos pilares do Station.

Em uma das ocasiões, um dos sócios de uma empresa brasileira veio até mim e perguntou como determinada situação poderia ser resolvida em Portugal. Falamos naquele momento por não mais que dez minutos, mas logo depois deste papo, uma nova abordagem a um tema crucial surgiu em minha mente.

As diferenças culturais entre nós, brasileiros e portugueses, jamais devem ficar distantes do nosso radar, mas como superá-las é o nosso objetivo.

Neste quesito, estar o tempo todo em contato com eles ajuda bastante e esse é um dos pilares do Station.

Imagine que todo nosso time de projetos trabalha neste local, bem como outras empresas portuguesas.

Se realmente vencer as diferenças é um dos seus propósitos para internacionalizar, saiba que o Atlantic Station é um aliado seu neste processo.

Leia também: AS PRIMEIRAS HORAS EM PORTUGAL

INCUBADORA: ATLANTIC STATION ESPAÇO DE TRABALHO E EVENTOS DE NEGÓCIOS

O Atlantic Station é uma incubadora formal do sistema de incubação de negócios em Portugal. Ser uma incubadora é bastante relevante.

Tal estrutura nos credencia a programas de desenvolvimento de negócios como também a linhas de financiamento específicas das diversas instâncias do governo Português e Europeu.

O espaço da incubadora fica no prédio ao lado com conexão ao prédio principal. Local específico com salas e infraestrutura para o desenvolvimento destas empresas.

Utilizei muito em meus dias de trabalho as salas da incubadora para reuniões e visitas presenciais.

Gosto de salientar que os eventos presenciais com todos os devidos cuidados tomados retornaram a sua vida.

No Station, temos um grande espaço no seu prédio principal com vista para o Tejo e a escola internacional que oferecemos e recebemos eventos.

Nosso principal encontro mensal são os encontros de networking. Você estando em Portugal é convidado para estar conosco. 

UM ECOSSISTEMA DE EMPRESAS BRASILEIRAS EM PORTUGAL

Somos mais de vinte empresas no Station atualmente. Parte delas empresas brasileiras que estão iniciando suas operações em solos portugueses.

Acredito que apenas por ter coragem de estar em Portugal já o habilita como um empresário com visão diferente dos demais.

Minha visão ao longo do tempo tem sido assertiva. Os empresários que aqui estão, tem sim um olhar diferenciado ao novo e aos desafios.

Estes, que aqui estão, valem com certeza muito tempo de dedicação e entendimento de como começaram e por que estão aqui.

Parte deles, são oriundos dos nossos próprios programas de internacionalização. Mas também acolhemos todos os empresários que desejam um espaço físico, seja ele presencial ou apenas para endereço digital.

Tal movimento promove o encontro, diversidade e oportunidade. Esse é outro ativo do Atlantic Station. Quer conhecer empresários que estão fazendo a diferença no mundo? Venha conversar conosco.

O SUPORTE PARA SUA INTERNACIONALIZAÇÃO VOCÊ ENCONTRA NO ATLANTIC STATION

Um dos maiores desafios quando falamos em internacionalização é a rede de prestadores de serviço necessária para que isso aconteça de fato.

Contabilidade, jurídico, analistas de mercado, especialistas em vendas e metodologia para tudo isso não é algo fácil de construir.

A Atlantic Hub, nasceu há seis anos justamente com este propósito. Ser a conexão entre o Brasil e Portugal.

Toda a rede de suporte ao seu negócio você encontra aqui, de contabilistas a estrategistas. Você pode ter certeza de que em Portugal você não está sozinho.

Precisando de um desses serviços nós podemos ajudá-lo com nossa rede que em sua grande maioria passou pelo processo de internacionalização que você também quer fazer.

Nada melhor que conversar com quem sabe a dor que é internacionalizar.

Leia mais: CINCO COISAS QUE APRENDI EM PORTUGAL

DICAS DE COMPORTAMENTO PARA O TRABALHO COMPARTILHADO EM PORTUGAL

Já escrevi uma dezena de artigos sobre nossas diferenças culturais. Elas não são poucas, mas podemos ter mais em comum do que você imagina.

O mais sensato é mesmo compreender que nós somos os estrangeiros e respeito cabe sempre em todo lugar, assim como uma boa dose de humildade.

No dia a dia de trabalho no Station, percebi, por exemplo, que embora nossos dois povos falem bem alto em reuniões, na sua maioria somos nós que exageramos.

Tome cuidado para não perturbar o outro quando estiver em reunião e ainda com os avisos sonoros do seu celular ou computador. Mantenha tudo no seu controle e respeite o outro.

Os espaços físicos são de uso comum. E vale a dica de entender que na Europa, não existe o temor o tempo todo que algo nosso será levado.

Muita coisa de uso pessoal fica nas mesas e isso deve ser respeitado. Estamos, afinal, em outro universo.

Uma boa dica é entender o jeito português de fazer negócio. Cada um de nós tem a sua maneira de fazer negociações. E entender o momento de esperar e não ficar provocando novas posições em um negócio, por exemplo, pode fazer toda a diferença.

O ideal é entendermos que em Portugal, se eles tiverem interesse no seu produto ou serviço, eles falarão com vocês. Isso pode causar angústia, mas é como funciona por aqui. Respeitar é essencial.

ESTANDO EM PORTUGAL, FAÇA UMA VISITA AO ATLANTIC STATION

Em meus três meses de trabalho em Portugal neste ano, recebi mais de trinta empresários e empresárias para reuniões.

Não estou falando de missões empresariais. Estou falando de empresários e empresárias que estavam em Portugal e dedicaram um tempo da sua viagem para conhecer nosso hub e entender como podem estar conosco.

O espaço físico é incrível, isso é fato. A inteligência de negócios que existe no Station promove o encontro entre a inovação e a disrupção.

Já parou para pensar que sua próxima empresa ou ainda seu novo sócio pode estar no Station?

Como disse, seres humanos que estão fazendo a diferença estão aqui. Venha fazer parte desta história de empresários brasileiros no mundo. 

Venha bater um papo comigo e terei o maior prazer em ajudá-lo em sua jornada para as terras portuguesas.  Agende um momento para conversarmos e juntos discutiremos seu futuro em Portugal.

Forte abraço!

AUTOR:

BENÍCIO FILHO

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC-SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atualmente está em processo de conclusão do curso de bacharelado em Filosofia pela universidade Salesiana Dom Bosco.

Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador da Palestras & Conteúdo, sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), sócio fundador da Agência Incandescente, sócio fundador do Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal).

Atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio). Além de participar de programas de aceleração, como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros.

Palestrando desde 2016 sobre temas, como: Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência. Já esteve presente em mais de 230 eventos (número atualizado em dezembro de 2020). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul), bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas” e em dezembro de 2020 “Do Caos ao Recomeço”.

Construir conhecimento só é possível quando colocamos o aprendizado em prática. O mundo está cansado de teorias que não melhoram a vida das pessoas. Meus artigos são fruto do que vivo, prático e construo.

Share This