DO CAOS AO RECOMEÇO: O MEDO DE SER FELIZ

Se você perguntar para qualquer pessoa o que ela mais deseja na vida, a resposta da grande maioria certamente será ser feliz. Ao pensar na felicidade de uma forma mais ampla, conseguimos vislumbrar dentro de um único guarda-chuva o amor, a realização profissional, saúde, família reunida, para alguns filhos, bichos de estimação e por aí vai.

E justamente por se tratar de um sentimento único e intransferível, para ser feliz não existe fórmula mágica ou 10 passos para, mas é preciso ter coragem antes de tudo!

Isso mesmo, coragem. Por mais estranho que possa parecer, o que não falta é gente por aí que prefere a rotina ao tentar o novo, o conformismo perante o que poderia ter sido e o silêncio ao invés da ação. Sem contar que ainda existe o auto boicote (ou auto sabotagem) que nada mais é, de forma consciente ou não, a pessoa buscar justificativas para não ter feito isso ou aquilo, para não ter ido, para não ter falado. Ter comportamento e pensamento negativo também entram nessa lista.

Você pode estar se perguntando, mas como assim? Vocês estão querendo me dizer que algumas pessoas por opção preferem não ser felizes? Sim, exatamente isso. O medo do novo, o peso de algumas decisões e, principalmente, a incerteza são os principais motivos que levam as pessoas a desistirem de si mesmas.

A FALTA DE CORAGEM TE IMPEDE DE SER FELIZ

Uma pergunta para responder mentalmente, quantos casais você conhece que permanecem juntos por vários motivos, menos pelo amor? Infelizmente não faltam relatos de pessoas que só estão juntos por causa de bens materiais, filhos, ou até mesmo pelo fato de que depois de muitos anos possuem medo de ficar sozinhas.

Quantas pessoas são frustradas em seus trabalhos, mas não tem coragem de pedir demissão ou tentar algo novo? Quantas viagens deixam de ser realizadas por medo do desconhecido ou por não ter uma companhia?

Para todos esses medos e dúvidas, uma renúncia. É dizer não para viver um amor de verdade, ter um relacionamento que te estimule e te faça sentir de novo aquele friozinho na barriga. É dizer não para um trabalho que não te realiza e abrir as portas para fazer o que realmente gosta, se sentir útil, realizado. É dizer não a viver novas experiências, conhecer outras culturas e pessoas. 

É HORA DE VIVER NOVAS EXPERIÊNCIAS

É claro que não é fácil superar os nossos próprios medos e vencer algumas barreiras. Mas nosso conselho para você é: Se permita! Arrisque-se mais, pense menos e sinta o que realmente te motiva.

No fundo, a gente sempre sabe qual decisão tomar, é só ter coragem e não ter medo de ser feliz. Mesmo em situações extremas das quais não podemos controlar os acontecimentos, como a crise mundial recente, é possível direcionar nossa visão e percepção do mundo de acordo com o que se guarda no peito e na alma.

Mas para isso, é preciso antes entender onde você está para que – através da real percepção de si mesmo, da sua atual condição e onde pretende chegar, possa começar a trilhar novos caminhos munido da ferramenta mais poderosa de todas: o autoconhecimento. Nós, autores, esperamos que ao final da leitura você tenha um encontro consigo mesmo, de forma profunda e sincera.

UM ANO DE TRANSFORMAÇÃO

No último ano experimentamos de forma extrema e irreversível diversas situações e sentimentos em função do Coronavírus. E a nossa proposta aqui é destacar o que de positivo podemos tirar de todas as mudanças e até mesmo dos momentos ruins que a humanidade tem experimentado. Mudamos nossa forma de nos comunicar, de trabalhar, de nos relacionar com os outros, de consumir e nos divertir.

Por que não mudar então a sua forma de ver o mundo a sua volta e as possibilidades que o cerca? Perceba que em muitos casos a Covid-19 apenas acelerou processos e decisões que eram inevitáveis. E fez, em última instância, com que algumas pessoas dessem prioridade ao que realmente importa.

Do caos ao recomeço, é para todos aqueles que desejam não apenas entender o que acontece com o mundo a sua volta, mas que tem coragem de olhar para dentro e busca entender a si mesmo.

SOBRE O AUTOR

Benício Filho

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC-SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atualmente está em processo de conclusão do curso de bacharelado em Filosofia pela universidade Salesiana Dom Bosco.

Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador da Palestras & Conteúdo, sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), sócio-fundador da Agência Incandescente, sócio-fundador do Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal).

Atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio). Além de participar de programas de aceleração, como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros.

Palestrando desde 2016 sobre temas, como: Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência. Já esteve presente em mais de 230 eventos (número atualizado em dezembro de 2020). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul), bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas” e em dezembro de 2020 “Do Caos ao Recomeço”. 

Share This