EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: BRAÇO FORTE DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

Gosto de estudar a distância. O EAD sempre foi para mim um dos braços mais fortes da transformação digital. Não posso dizer que a educação a distância começou com a tecnologia, provavelmente isso seria uma das maiores mentiras que eu escreveria. Quando pensamos em um livro, logo podemos pensar em educação a distância. Ensinar por meio de canais que não são os presenciais podem ser considerados EAD. Rádio, televisão e muitos outros são os canais que podemos considerar como promotores da educação. Construir conteúdo e divulgá-lo em canais que podem exponenciar sua disseminação e acredito que é uma excelente forma de popularizar o acesso à educação. A difusão do ensino a distância pode ser considerada como um braço forte da transformação digital. Entende-se transformação digital como a mudança do modelo analógico para o modelo digital. Perder tempo no trânsito, desistir pelo cansaço diário ou ainda pelos altos custos das mensalidades são apenas alguns dos pontos que a educação a distância nos revela como brisas de esperança para um novo formato de ensino que acima de tudo reduz a desigualdade.

AS VANTAGENS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Confesso que não vejo dificuldade em enumerar as vantagens do ensino a distância. Mas francamente falando, pensar que você mesmo pode fazer sua grade de aulas, organizar sua agenda de estudos e ainda conciliar os estudos a todas as demandas do dia a dia. Com o advento das plataformas de EAD, o ensino a distância ganhou elementos realmente inovadores. Os conteúdos ganharam um novo dinamismo, as aulas em vídeo possibilitam a reprise dos ensinamentos sem que isso cause transtorno a ninguém. Tenho um relato interessante sobre isso. Dias atrás em um curso que estou fazendo por EAD, acabei não compreendendo dois termos comentados pelo professor. Voltei alguns minutos e novamente não compreendi. Bem, não satisfeito, retornei ao início e assisti novamente o conteúdo. Sinceramente, quando em um curso presencial, seria possível repetir o conteúdo com exclusividade para mim? Nunca, essa é a resposta. Em um curso a distância podemos assistir e retornar ao conteúdo sempre que quisermos. Essa é uma das faces deste modelo de educação que simplesmente traz a nós as maravilhas da educação a distância. Não reative a instituição quando for fazer um curso por meio de canal digital. Pergunte, estude a plataforma, veja se o curso realmente entrega o prometido. Isso pode ser facilmente validado por meio de depoimentos. Cursar uma universidade a distância pode ser a possibilidade de conquistar uma graduação. Estudar, no entanto em uma universidade a distância que realmente entrega o que anuncia é literalmente fazer um mergulho no mundo digital. Leia também: AINDA SOMOS ALFABETIZADOS COMO SE ESTIVÉSSEMOS NO EXÉRCITO

SERÁ QUE EXISTEM DESVANTAGENS NO ENSINO A DISTÂNCIA?

Bem, não existe nada perfeito. Mas será mesmo que existem desvantagens no modelo de educação a distância? Sim, existem desvantagens. A primeira e mais determinante para mim é justamente o modelo a distância. Para explicar melhor o que estou dizendo, vou exemplificar com uma experiência minha. Anos atrás, fiz um MBA em uma instituição de São Paulo. Confesso que pesquisei o curso, pesquisei a instituição mais meu objetivo mesmo era o networking com os participantes. Por esse ponto de vista a minha escolha foi feita. Nos dois anos e meio de curso, conquistei mais de 20 amigos e dois novos sócios. Seria quase impossível conseguir esse tal grau de relacionamento no ensino a distância. A educação a distância limita nossa capacidade de conexão. Jamais podemos esquecer que somos seres sociais. Precisamos nos relacionar, o relacionamento nos conecta ao outro pela emoção. Essa conexão abre oportunidades verdadeiras e proporciona uma nova experiência e crescimento.

AS DESVANTAGENS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PARTEM DA NOSSA DIFICULDADE EM PLANEJARMOS NOSSAS AÇÕES

Tenho inúmeros amigos que iniciaram formações a distância e não concluíram por pura falta de organização. Quando decidimos estudar a distância, assumimos a responsabilidade de criarmos uma jornada de estudo, planejarmos o momento de assistirmos às aulas, organizarmos a entrega os trabalhos e atividades e ainda aprofundarmos os estudos propostos. Qual é o problema destes pontos? Nenhum, mas a questão é que não estamos preparados para assumirmos nossa própria organização. Estamos acostumados a sermos cobrados. O mais engraçado disso é que gritamos ao mundo que queremos mais liberdade e que não queremos opressão etc. Quando temos a liberdade e o livre arbítrio para sermos os verdadeiros protagonistas do nosso ensino, muitos de nós não assume e logo cria um culpado para isso quando na verdade, planejar nosso estudo apenas depende unicamente de nós. Para concluir, reafirmo que a educação a distância tem a capacidade de transformar o acesso à educação popularizando sua possibilidade de acesso e promovendo para muitos um conteúdo de qualidade. O ensino a distância pode ser uma excelente opção desde que saibamos que somos os únicos responsáveis pelo resultado e engajamento. A beleza de estudar pode ser experimentada por meio do ensino a distância, mas jamais o ensino a distância substituirá a incrível experiência de estar muito perto dos professores e juntos com tantos outros alunos promovendo o ato de pensar de forma coletiva, livre e aberta. O saber está à disposição de todos, mas apenas aqueles que não tiverem medo de sentir dor realmente evoluem com o estudo adquirido. Crescimento é dor, adquirir saber pressupõe renúncias.

SOBRE O AUTOR

Benício Filho

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC-SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atualmente está em processo de conclusão do curso de bacharelado em Filosofia pela universidade Salesiana Dom Bosco.

Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador da Palestras & Conteúdo, sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), sócio-fundador da Agência Incandescente, sócio-fundador do Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal).

Atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio). Além de participar de programas de aceleração, como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros.

Palestrando desde 2016 sobre temas, como: Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência. Já esteve presente em mais de 230 eventos (número atualizado em dezembro de 2020). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul), bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas” e em dezembro de 2020 “Do Caos ao Recomeço”.

Construir conhecimento só é possível quando colocamos o aprendizado em prática. O mundo está cansado de teorias que não melhoram a vida das pessoas. Meus artigos são fruto do que vivo, prático e construo.

Share This