EMPREENDER PARA TRANSFORMAR VIDAS

Ser empreendedor em nenhum local do mundo é uma tarefa fácil. Por mais que seja definida as dificuldades em empreender no Brasil, não se iluda, empreender não é fácil em local nenhum do mundo.

Por que afinal empreender é tão difícil?

Primeiro que empreender é desafiar a situação de conforto que a grande maioria das pessoas querem. Receber seu salário no final do mês com muitos benefícios é um bom consolador para muita gente. Ter seu horário para entrar e sair do trabalho é muito importante para a maioria das pessoas. Afinal, saiu do trabalho, nada mais eu tenho a ver com o que deixei para trás.

Segundo, quando alguém decide empreender, provavelmente tem algumas certezas na vida, tais como: Sei o que gosto de fazer o resto da vida, gosto de correr riscos, gosto de pessoas, gosto de trabalhar e tenho consciência que vou fazê-lo mais que a maioria e quero ganhar bastante dinheiro.

EMPREENDER PARA MIM SEMPRE TEM COMO PARTIDA MEU PRÓPRIO PROPOSITO

O nome deste artigo é “Empreender para transformar vidas” e quando pensei em escreve-lo, justamente pensava por que as pessoas empreendem. Sempre parto de qualquer ponto de reflexão analisando minha vida, desta forma, quero descrever rapidamente como o empreendedorismo transformou minha existência. Essa jornada empreendedora começa muito cedo e logo aos 17 anos eu já trabalhava por conta.

Nunca gostei da relação engessada do trabalho formal. Via nesta relação uma redução da capacidade das pessoas. Eu queria liberdade de fazer o que gostava apostando no que acreditava. Foi assim que comecei uma empresa de tecnologia dando suporte e vendendo equipamentos de informática em um momento do nosso pais de abertura deste mercado e de oportunidades.

Poucos anos depois deste início, conheci quem seria meu sócio e irmão por muitos anos, Nelson Correa, se juntou a mim e neste ano de 2017 nossa empresa completa 21 anos. Empreender em tecnologia não é fácil. Tudo muda muito rapidamente e sempre temos que manter um olho no mercado, outro no cliente.  Nelson é o responsável pela área técnica e financeira, eu adoro estar com pessoas vendas e gestão sempre estiveram nas minhas áreas de influência dentro da Ravel Tecnologia nossa empresa. https://ravel.com.br/

MINHA JORNADA DE VIDA SE CONFUNDE COM AS EMPRESAS QUE CRIO

Este sentimento de liberdade e fazer o que acredita nunca deixou de existir em nos. A Ravel cresce ano a ano e nos, expandimos nossas ações. Novos empreendimentos, estão sempre surgindo temos uma agencia de comunicação a incandescente. Temos algumas startups que nasceram conosco e fazem parte do nosso pool de empresas e outras que fazemos investimentos acreditando sempre nas pessoas e em sua capacidade de realização.

Empreender é algo maravilhoso e para mim a realização está no objetivo fim de tudo. Com certeza o retorno financeiro é importante, porém ele sempre será consequência quando se sabe o caminho que se quer seguir.

Sobre o autor,

Benício Filho.

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela UNIFESP em Neurologia Oftalmológica na área de Empreendedorismo e pós graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador da Palestras & Conteúdo, Sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal), atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio), além de participar de programas de aceleração como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros. Palestrando desde 2016 sobre temas como Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência, já esteve presente em mais de 300 eventos (número atualizado em dezembro de 2019). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul) bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas”.

Construir conhecimento só é possível quando colocamos o aprendizado em prática. O mundo está cansado de teorias que não melhoram a vida das pessoas. Meus artigos são fruto do que vivo, prático e construo.