O CAMINHO DE SUCESSO PARA SUA INTERNACIONALIZAÇÃO PARA PORTUGAL

Em Portugal quando uso a palavra internacionalizar costumeiramente sou indagado por um português que quer entender por que estou dizendo isso. Sempre preciso explicar que no Brasil é muito comum as empresas jamais pensarem em ter suas operações fora do país.

Sendo Portugal uma nação com menos de 11 milhões de habitantes e podendo ser cruzada de ponta a ponta de carro em menos de quatro horas, talvez fique mais fácil compreender por que eles precisam, quando empreendem imediatamente a concepção do negócio, já pensar como ele poderá se expandir para além das fronteiras do país.

No Brasil, por outro lado, somos uma nação continental. Em quatro horas não saio nem do estado que estou escrevendo hoje este artigo em São Paulo. Expandir para uma outra região do Brasil é quase que iniciar um processo de internacionalização. E é sobre isso que quero falar com você.

EXPANDIR PELAS REGIÕES DO BRASIL É BASICAMENTE UM PROCESSO DE INTERNACIONALIZAÇÃO

Recentemente, atuando como mentor nacional em um programa no Sebrae focado no desenvolvimento de negócios inovadores, estive conversando com mais de cem fundadores de empresas inovadoras, sempre levando a eles o pensamento de internacionalizar.

O mais interessante é que falávamos no programa do mercado exterior, mas o foco em quase que 100% das seções era pensar em estratégias de entrada em outras regiões do Brasil. Por nosso dinamismo, tamanho e diferenças culturais, atuar do Nordeste para a região Sul é um processo que exige o mesmo planejamento de uma internacionalização.

Nestas mentorias apliquei com eles nosso modelo de internacionalização criado dentro da Atlantic Hub e que seguramente posso dizer que já ajudaram mais de 100 empresas a entender primeiro se existe mesmo uma oportunidade para internacionalizar e segundo a iniciar este processo de forma segura.

Se você tem uma empresa e já passou pelo processo de levar seu produto ou serviço para outra região do Brasil sabe do que estou falando. Mas minha provocação vai além disso. O que acha de entender melhor como funciona o processo que acreditamos, juntar com sua coragem e começar a criar realmente um diferencial competitivo e ter uma posição em Portugal?

Sobre isso, vou começar agora mesmo a explicar para você, mas antes de tudo, empreender em outro país é diferente de empreender em outra região do Brasil. Sendo assim, combine com sua família este processo. No artigo “Já combinou com sua família sobre morar em Portugal?”, você pode entender melhor o que estou dizendo com esta afirmação.

OS SETE PILARES DE SUCESSO DO SEU NEGÓCIO EM PORTUGAL

A metodologia criada por nós tem como base estudar em profundidade antes da tomada de decisão o que chamamos dos sete pilares de sucesso. Como disse, esta metodologia poderia facilmente levar em consideração os mesmos pontos a serem aplicados no Brasil para ofertar seu produto ou serviço para outra região.

Vamos entender cada um dos pilares e compreender por que antes de iniciar o processo é importante validar se existe mesmo esta oportunidade. Portugal tem se destacado em alguns segmentos de forma especial. No artigo abaixo “Cluster em Portugal – Qual a melhor região para o seu segmento de empresa em Portugal” pode compreender quais regiões são melhores para seu segmento e por que é importante entender esta organização por lá.

AVALIAÇÃO DE ECOSSISTEMA

Aspetos legais, cadeia de valor, nível de agressividade da concorrência, maiores players do mercado e potenciais barreiras à entrada são alguns dos pontos que sempre levamos em consideração quando estudamos o mercado.

Alguns marcos regulatórios inviabilizam uma expansão, por outro lado, entender as barreiras de entrada pode criar justamente os diferenciais que você precisa.

INTERNACIONALIZAÇÃO PARA PORTUGAL: ANÁLISE DA CONCORRÊNCIA

Identificação dos principais concorrentes com posicionamento análogo ao da empresa. Nível de preços, praticados e identificação de posições dominantes e dos fatores críticos de sucesso para internacionalização para Portugal. Boa parte do que você precisa se diferenciar em relação à concorrência está justamente neles.

Mergulhamos na concorrência trazendo tudo o que é possível entender, sempre comparando sua operação, seus produtos e serviços em relação ao objeto de estudo. Ponto importante é entender sempre se existe ou não o mercado pretendido.

Leia também: OS ERROS MAIS COMUNS NA INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS

TENDÊNCIA DE COMPORTAMENTO

Uma empresa deve estar apoiada em tendência de consumo das pessoas. Não é possível criar uma empresa ao longo do tempo com um produto de moda. Você deve se lembrar assim como eu dos inúmeros produtos que surgem e somem.

Tendência é comportamento humano. Portugal é diferente do Brasil e sobre isso, estudamos se a tendência de consumo do seu produto ou serviço está alinhado com o que está ocorrendo na Europa.

INTERNACIONALIZAÇÃO PARA PORTUGAL: AVALIAÇÃO DE MERCADO

Dimensão, segmentos de clientes e as principais necessidades dos consumidores a serem atendidas. Qual o tamanho do mercado, idade de quem consome e desdobramentos da possível entrada neste setor.

ANÁLISE DO SETOR

Avaliação e comparação econômica com as empresas do setor onde se enquadra o negócio com foco na internacionalização para Portugal. Conseguimos trazer números financeiros e desta forma criar uma compreensão completa do setor pretendido. Entendendo inclusive como eles se financiam.

INTERNACIONALIZAÇÃO PARA PORTUGAL: LINHAS DE FINANCIAMENTO

Avaliamos a possibilidade de financiar sua operação de expansão. É importante dizer que a primeira frente de investimentos sempre deve ser considerada como sendo feita pela empresa. Em sua expansão já com uma operação em Portugal, analisamos e trazemos possibilidades diversas de financiamento.

Ficamos atentos às linhas específicas do seu segmento, antecipando possíveis oportunidades. O mais famoso dos programas é o Portugal 2020, mas existem dezenas deles por todo o território português. Ainda podemos pensar no Visa, Fundo 200M, Portugal Venture e financiamentos bancários tradicionais.

ANÁLISE SWOT

Criamos com todas as informações levantadas um cenário completo através de uma análise SWOT. Análise dos pontos fortes e fracos, internos e externos que impactam o negócio que busca a internacionalização para Portugal. Desta forma, está criada uma visão completa da oportunidade.

É possível agora entender se estamos diante de algo que realmente deve ser considerado ou devemos esquecer essa possibilidade.

Acredito que compreender em profundidade estes pilares poderá ajudá-lo muito na tomada de decisão. Compartilho assim o artigo “Os sete pilares de sucesso para abrir seu negócio em Portugal” para ajudá-lo neste processo.

PLANEJAMENTO É A BASE DO PROCESSO DE INTERNACIONALIZAR, MAS SAIBA QUE ANTES DE TUDO É PRECISO TER CORAGEM

Ao longo dos anos, entendemos e aprendemos que criando um planejamento com base em uma oportunidade é realmente possível construir uma base fora do Brasil fortalecendo a posição nacional e ampliando os horizontes. 

Sempre digo que este movimento não é uma ação apenas de negócio, é uma mudança de vida e mentalidade. Para isso, precisamos de coragem. O risco vale a pena para aqueles que acreditam e criam ações consistentes.

Lembre-se, você não está sozinho. Criamos na Atlantic Hub inúmeros programas que podem ajudá-lo e literalmente caminharmos de mão dadas.

Podemos agendar um momento. Forte abraço. 

SOBRE O AUTOR

Benício Filho

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC-SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atualmente está em processo de conclusão do curso de bacharelado em Filosofia pela universidade Salesiana Dom Bosco.

Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador da Palestras & Conteúdo, sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), sócio-fundador da Agência Incandescente, sócio-fundador do Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal).

Atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio). Além de participar de programas de aceleração, como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros.

Palestrando desde 2016 sobre temas, como: Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência. Já esteve presente em mais de 230 eventos (número atualizado em dezembro de 2020). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul), bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas” e em dezembro de 2020 “Do Caos ao Recomeço”.

Construir conhecimento só é possível quando colocamos o aprendizado em prática. O mundo está cansado de teorias que não melhoram a vida das pessoas. Meus artigos são fruto do que vivo, prático e construo.

Share This