NO DIGITAL NÃO EXISTE FRONTEIRAS FÍSICAS, ENTÃO POR QUE SUA EMPRESA É LOCAL?

Quando analisamos como as empresas se comportam quanto a aquisição de clientes, percebemos uma atenção especial ao modelo digital. Mesmo que muitas empresas ainda não entendam completamente como se posicionar no digital, elas tentam a sua maneira de ter presença nestes canais. 

O digital apresenta algumas vantagens em relação a outros meios sendo inclusive a melhor forma de não depender de um lugar físico. Pelo digital, um pequeno produtor de artesanato no interior de Pernambuco, pode vender para qualquer canto do Brasil entregando seu produto e gerando riquezas.

Acompanho há mais de duas décadas centenas de empresas pelo Brasil e, mais recentemente, posso dizer também pelo mundo. É incrível como um bom posicionamento digital elimina fronteiras. 

Podemos até considerar que o digital foi o maior responsável pela democratização do acesso ao mercado consumidor para as pequenas empresas. 

Se antes, apenas um ponto físico nas grandes cidades poderia oferecer acesso aos clientes, hoje quase que de igual para igual no digital, todos têm as mesmas chances. 

Na Black Beans, entendemos a necessidade de um bom planejamento digital e desenvolvemos com muito expertise propostas para a gestão completa das suas ações no marketing digital. 

Mas a pergunta que faço a você é: Se no digital não existem fronteiras, por que muitas empresas ainda estão se comportando localmente?

As empresas devem ser sem fronteiras. Muitos empresários não se despertaram para esta questão simplesmente por que não entendem como devem fazer. 

Saiba que você não está sozinho. Se quiser começar a desenvolver uma ação internacional, nós podemos ajudá-lo.

COMO COMEÇO UMA JORNADA INTERNACIONAL?

A primeira pergunta que você deve fazer é se existem consumidores fora do Brasil que gostariam de comprar seus produtos ou serviços.

Começar a ofertar seus produtos em Portugal, por exemplo, sem que você tenha conhecimento se alguém gostaria do que você faz é um erro enorme.

Todo empresário quer vender em euros ou dólares e ter custos em reais. Este é o grande sonho de todos, meu inclusive.

Mas não se iluda. Sem que existam clientes, este movimento apenas representará custos a você. Minha sugestão é começar fazendo um estudo de mercado com uma empresa que conhece este segmento. 

Navegue pelo site da Atlantic Hub e conheça como eles podem ajudá-lo a compreender se você está diante de uma oportunidade ou apenas de uma ilusão.

O segundo passo é começar sistematicamente ações para o público exterior. Lembre-se, uma empresa pode ser sem fronteiras. 

PLANEJE SEU MARKETING COM UM POSICIONAMENTO INTERNACIONAL

Tendo mercado, fale com a Black Beans e desenvolva uma ação estratégica de abordagem a mercados internacionais. 

Você pode por exemplo começar a construir artigos e posts em inglês, e uma vez aparecendo em mercados que podem ter interesse nos seus produtos ou serviços, clientes podem começar a procurá-lo.

Lembro de um caso em que apenas um artigo público sobre os produtos de um cliente em inglês gerou mais acesso a um landing do que os outros trinta artigos existentes no site. 

Você pode fazer ações que busquem o mercado internacional, mas lembre-se: você tem condições de entregar seu produto ou serviço fora do Brasil?

O COMPROMISSO COM A ENTREGA É ESSENCIAL 

Você tem condições de entregar fora do Brasil o que está ofertando em suas redes digitais? Esse é um compromisso que deve estar muito claro antes de iniciar estas ações.

Aquela história de que primeiro se vende para depois pensar como entregar é outro erro que não pode ser cometido.

Perder credibilidade nos canais digitais é muito fácil e rápido. Valide sua capacidade de entrega, monte um escopo mínimo de trabalho para atender estas demandas e, apenas depois disso, inicie as ações de venda no digital criando políticas e contando com a Black Beans.

Lembre-se, primeiro saber se existem clientes que querem seus produtos, depois desenvolver uma política clara e estratégica no digital fora do Brasil e em seguida, começar as ações.

O mundo não tem fronteiras, porém para sua empresa ser sem fronteiras, ela precisa estar preparada. Você não está sozinho, nós podemos ajudar você! 

Gostou do artigo? Comente, compartilhe e mande sua mensagem para nós. 

Forte abraço e até nosso próximo encontro.

Leia também: A INTERNACIONALIZAÇÃO COMEÇA PELA MENTE

SOBRE O AUTOR

BENÍCIO FILHO

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP e Filosofia pela Universidade Dom Bosco. Mestre pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação, MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios. Pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, sócio da Core Angels Atlantic (Fundo de Investimento Internacional para Startups). Sócio fundador da Agência Black Beans e sócio fundador da Atlantic Hub e do Conexão Europa Imóveis ambos em Portugal. Atua como empresário, escritor e pesquisador das áreas de empreendedorismo, mentoring, liderança, inovação e internacionalização. Em dezembro de 2019, lançou o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas”. Em dezembro de 2020 seu segundo “Do Caos ao Recomeço”, e em janeiro de 2022 o último publicado “ Metamorfose Empreendedora”.

Construir conhecimento só é possível quando colocamos o aprendizado em prática. O mundo está cansado de teorias que não melhoram a vida das pessoas. Meus artigos são fruto do que vivo, prático e construo.