POR QUE PORTUGAL?

Muitos nos perguntam por que abrir uma empresa em Portugal ou invés de empreender em qualquer outro país do mundo. Bem, muitos já sabem que eu, Benício Filho, Eduardo Migliorelli, Nelson Correa e Thiago Matsumoto a pouco mais de três anos empreendemos abrindo uma empresa em Lisboa. Antes mesmo de Portugal estar nos noticiários como a bola da vez nos já empreendíamos em solos lusitanos.

Nossa visão sobre Portugal começou a despertar quando analisamos a enorme lição de casa que o governo português e sua sociedade fizeram para sair do atoleiro que entraram com a crise de 2008. Portugal tem pouco mais de 10 milhões de habitantes e atrações como vinhos, azeites e mesmo o turismo já são por muitas conhecidas. Como um país tão pequeno tendo sua saída para o mar como principal rota de negócios crescer e sair de uma crise que além de arruinar a economia, travou o crescimento econômico elevando o número de desempregados a quase 12% da população economicamente ativa.

Apartir deste cenário complicado e com poucas condições de crescer somente com as próprias pernas a escolha de Portugal foi iniciar uma série de reformas que possibilitaram ao país criar um novo ambiente de negócios extremamente favorável a abertura de novas empresas principalmente as baseadas em tecnologia e cultura de startup. Muitos setores se reinventaram trazendo dinamismo e novos horizontes aos empreendedores portugueses e aos investidores. Algumas linhas de fomento já existiam em decorrências de programas da união europeia.

O que percebemos, no entanto, foram as ações de incentivo com linhas de credito em quase todas as regiões de Portugal. Algumas funcionando apartir do investimento externo outras com a contratação de mão de obra local em conjunto com a abertura das empresas ou ainda modelos mistos em que o empreendedor pode gozar de benefícios locais e ainda ter contrapartidas com a possibilidade de investimento com até 70% de isenção quanto a devolução do credito.

LINHAS DE FINANCIAMENTO E INVESTIMENTOS SÃO UMA REALIDADE EM PORTUGAL

Se por um lado a questão de investimentos pode ser sim um atrativo interessante no outro extremo temos toda a regulamentação para a abertura de empresas, fechamento de negócios e ainda uma seria de simplificações com relação a estrangeiros investirem e empreenderem que colocaram Portugal em exposição no mundo. Aceleradoras em todo país, rede de universidades abertas a empresários e atraindo capital intelectual do mundo bem como formando profissionais de qualidade contribuem vertiginosamente para o incremento de novos negócios em Portugal.

Há quatro anos a Atlantic Hub iniciou suas atividades em solos lusitanos. Este iniciou se dá justamente após nossos estudos sobre o ambiente favorável de negócios e as condições bastante interessantes para brasileiros que queiram iniciar seja como pessoas físicas uma nova jornada na vida seja com suas empresas internacionalizando para a Europa e mundo apartir de Portugal. Em nossos estudos, logo percebemos uma forte presença de estrangeiros nos diversos ecossistemas empreendedores. Este é sem duvida outro diferencial hoje deste país.

MARKET FIT COMO PORTA DE ENTRADA PARA PORTUGAL

Em alguns ambientes, mais da metade dos empreendedores são estrangeiros. Junta-se a todo este ambiente favorável os altos índices de qualidade de vida que hoje Portugal sustenta fica difícil achar outras justificativas para não empreender em Portugal.

Nos dá Atlantic Hub, podemos ser sua porta de entrada em Portugal. Mas, não faça este movimento sem antes estudar o ambiente de negócios caso seu interesse seja em empreender. Temos em nosso portfólio um produto perfeito para ajuda-lo a entender o mercado, aderência do seu produto e possibilidades no continente europeu apartir de Portugal. Abaixo, link do produto MarketFit. Com ele, você irá receber um relatório completo de aderência, concorrência, desafios e possibilidades da sua empresa em Portugal.

Basta clicar no link e contratar. Teremos o maior prazer em atende-lo.

Forte abraço.

https://getmundi.com/br/packages/atlantic-marketfit/

Sobre o autor,

Benício Filho.

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela UNIFESP em Neurologia Oftalmológica na área de Empreendedorismo e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Co-Fundador da Palestras & Conteúdo, Sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal), atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio), além de participar de programas de aceleração como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros. Palestrando desde 2016 sobre temas como Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência, já esteve presente em mais de 300 eventos (número atualizado em dezembro de 2019). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul) bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas”.

Construir conhecimento só é possível quando colocamos o aprendizado em prática. O mundo está cansado de teorias que não melhoram a vida das pessoas. Meus artigos são fruto do que vivo, prático e construo.

Share This