PORTUGAL COMO PORTA DE ENTRADA PARA A EUROPA

Era uma tarde de sol forte em Lisboa e apenas o fato de ter que ficar dentro do metrô já me causava desconforto. Não que o comboio (como é chamado o metrô de Portugal) seja algo ruim. Pelo contrário, as estações são decoradas com belas obras de arte, sua limpeza é bastante boa e vez ou outra ainda é possível admirar artistas que fazem suas apresentações nas estações.

Sem falar é claro que assim como no Brasil, existem inúmeras lojas com alimentos, artesanatos e tudo que se pode vender oferecendo uma infinidade de coisas que não se pode deixar de ver, uma vez que estamos em um país que não é o nosso.

O deslocamento foi rápido, menos de trinta minutos, logo eu estaria na estação Oriente. Ao chegar lá temos a opção de percorrer o caminho até sua saída por dentro do Shopping Vasco da Gama.

Meu destino não era o shopping, mas sim a avenida em frente a ele que se conecta ao grande complexo do Web Summit. Também bem próximo ao Web Summit podemos ver o magnífico aquário de Lisboa. Listado como um dos maiores do mundo, ele reserva boas experiências e incríveis salas onde se pode caminhar bem pertinho de enormes peixes do mar bem como imensos tubarões.

Uma vez dentro do metrô, a sensação que tive era de que estava em um encontro das nações unidas. Empresários do mundo inteiro, mas principalmente da Europa caminhando com um único destino. Chegar a meca da inovação mundial o Web Summit.

O QUE É WEB SUMMIT?

Temos anualmente uma missão de empresários brasileiros para o Web Summit. Este que é o maior evento mundial de inovação também conta com o maior grupo organizado de um país, nossa missão. Para saber mais, clique aqui para ler o artigo.

O Web Summit em si não explica por que Portugal tem sistematicamente ano após ano se posicionado como um importante hub de inovação para empresas modernas, mas acima de tudo devido às reformas econômicas que fez e ao protagonismo de um governo que conseguiu unir todas as frentes políticas em um único objetivo.

Posicionar o país como a principal porta de entrada para a Europa.  Olhando por esse prisma, faz todo sentido ter em um projeto de internacionalização e ter Portugal como destino. É nisso que acreditamos e por isso desenvolvemos nossa metodologia que comprava a maior aderência de Portugal à nossa cultura do que qualquer outro país.

Validar se o seu produto ou serviço faz sentido em Portugal é essencial, vale a pena a leitura do artigo “Empreender em Portugal não basta ter produto ou serviço”.

EMPRESÁRIOS DO MUNDO INTEIRO SE ENCONTRAM EM PORTUGAL

Naquele momento, caminhando em fila em direção ao Web Summit eu era apenas mais um empresário que como os demais estava presente naquele que seria um momento histórico. Mergulhar no que existia de mais moderno em empresas de todos os segmentos e países.

O que muitos empresários que estavam presentes não sabiam é que logo na abertura do Web Summit, o fundador deste movimento, Paddy Cosgrave, enfatizou a enorme quantidade de brasileiros que estavam presentes.

Ele dominando como pouco o palco, começava aquela edição convocando a multidão, país por país a se apresentarem. Ecoava como em uma final da copa do mundo o grito dos brasileiros. O número de empresários brasileiros presentes era o maior proporcionalmente a cada nação.

Mesmo que apenas por curiosidade os brasileiros já se despertaram para Portugal. Compreender o acesso de Portugal como porta de entrada para um mercado imenso como a Europa ainda está se tornando uma consciência real.

Não resta dúvida que é por Portugal que uma operação para a Europa faz mais sentido. Se o objetivo é empreender na Espanha, começamos uma operação em Portugal, desdobrando nas fases seguintes as ações de crescimento pela Espanha.

Navegamos, no entanto, com os benefícios e estrutura que Portugal dispõe nesta jornada de ampliação de mercado.

PORTUGAL É PORTA DE ENTRADA PARA A EUROPA, ÁFRICA E CHINA

Olhando o movimento do Web Summit, compreendemos a energia e força que existe nos negócios em Portugal. Estamos neste momento inaugurando nosso Hub em terras portuguesas com capacidade de receber mais de sessenta empresas brasileiras.

Esta é apenas mais uma etapa do movimento que iniciamos há quase seis anos. Conectar empresas brasileiras ao mundo é nossa missão. Mas esta porta de entrada que Portugal representa para a Europa está mais ampla do que você pode imaginar.

Portugal mantém relações estritamente próximas com as nações da África que colonizou. Estas nações representam ótimas oportunidades de negócios e como muitos estudos apontam, a África é o continente de maior crescimento nas próximas décadas. Sua conexão com o continente africano também pode ser feita por Portugal.

Em um recente artigo, explanei a nossa estratégia de transformar empresas brasileiras em multinacionais. Vale a pena a leitura.

Macau na China também guarda relações intrínsecas com Portugal mantendo laços econômicos e de acesso ao mercado único. Acessar a China por Macau pode ser o melhor dos caminhos para seu produto ou serviço.

Portugal é pequeno apenas enquanto extensão geográfica. Se fisicamente ele cabe dentro de Pernambuco sobrando ainda um baita espaço, comercialmente é mais relevante enquanto acesso e possibilidades do que muitos países gigantescos.

Coloque-o em seu horizonte e venha conosco sentir a brisa da tarde do Tejo, tomar um vinho no Mercado da Ribeira e mergulhar mesmo que seja na história deste país que tem mais a ver conosco do que imaginamos.

Conte conosco para esta jornada! Se quiser marcar um momento comigo, terei o maior prazer em estar com você, é só clicar aqui

SOBRE O AUTOR

Benício Filho

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC-SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atualmente está em processo de conclusão do curso de bacharelado em Filosofia pela universidade Salesiana Dom Bosco.

Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador da Palestras & Conteúdo, sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), sócio-fundador da Agência Incandescente, sócio-fundador do Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal).

Atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio). Além de participar de programas de aceleração, como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros.

Palestrando desde 2016 sobre temas, como: Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência. Já esteve presente em mais de 230 eventos (número atualizado em dezembro de 2020). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul), bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas” e em dezembro de 2020 “Do Caos ao Recomeço”

Share This