QUAIS SÃO OS SINAIS DE QUE UMA EMPRESA ESTÁ PRONTA PARA O ATLANTIC SCALE OUT?

A internacionalização de uma empresa é um passo importante e requer uma avaliação cuidadosa da maturidade da empresa e do mercado-alvo. Se você deseja identificar a maturidade de uma empresa brasileira para internacionalizar para Portugal, considere com muita atenção o que chamo de maturidade para internacionalizar.

Em uma definição livre sobre o termo, podemos considerar que maturidade para internacionalizar é:

“Maturidade para internacionalizar uma empresa” refere-se à prontidão e à capacidade da organização para expandir suas operações para mercados internacionais com sucesso. A maturidade não é um conceito binário, mas sim um espectro que varia de empresa para empresa. Ela envolve uma avaliação abrangente da empresa e de diversos fatores que determinam sua capacidade de se adaptar e prosperar em um novo ambiente de negócios.

Desenvolvemos um programa chamado Scale Out, que auxilia o empresário brasileiro a compreender em que momento ele está, como deve iniciar este processo e de que forma ele faz sentido dentro da sua corporação.

Compreensão da empresa do Brasil, prototipação da proposta de valor para Portugal, análise dos cenários jurídicos, contábeis e estratégicos e ainda definição do escopo inicial de time e proposta comercial fazem parte deste programa.

A definição do escopo de atuação apoiado por um time de especialistas gera a estrutura necessária para iniciar um programa de internacionalização. Este é o Scale Out.

PONTOS QUE DEVEM SER CONSIDERADOS PARA INICIAR O SCALE OUT

Minha proposta de valor para o mercado internacional faz sentido?

O que funciona no Brasil enquanto produto ou serviço não é necessariamente uma demanda internacional. Compreender o que deve ser ajustado neste quesito é a resposta entre o sim e o não quanto à oportunidade real. Em muitos casos, compreender desde este momento que não faz sentido internacionalizar pode ser muito melhor do que drenar recursos.

Tenho condições financeiras para internacionalizar?

Avalie a situação financeira da sua empresa. Certifique-se de que a sua empresa tenha uma base financeira sólida para se expandir internacionalmente. Isso envolve uma análise das finanças da empresa, incluindo lucratividade, fluxo de caixa e capacidade de investimento.

Conheço o mercado internacional?

Você tem conhecimento sobre o mercado que pretende internacionalizar? Ter uma presença forte e estabelecida no Brasil é muitas vezes um indicativo de maturidade para a internacionalização, mas não é garantia. Estamos há oito anos em Portugal. Criamos uma forte rede de conexões. Com certeza, podemos ser sua porta de entrada no mercado internacional.

Tenho as pessoas certas para esta jornada?

Analise se sua empresa possui uma equipe capacitada e experiente, que pode lidar com os desafios da internacionalização. Isso inclui ter pessoas com conhecimento de mercado, idioma e cultura de Portugal. Lembre-se, nós podemos ajudá-lo.

Desenvolver planos estratégicos é essencial

No Atlantic Scale Out, criamos os planos estratégicos nas seguintes áreas: Financeiro; Estratégico operacional; Jurídico; Contábil; Comercial e Marketing.

Um estudo de mercado é o ponto de partida

Realize uma pesquisa de mercado detalhada para entender as oportunidades e desafios do mercado em Portugal. Isso inclui a análise da concorrência, preferências do consumidor e regulamentações locais.

Seu estudo de mercado é o MarketFit. Fale conosco e conheça mais.

NÃO SUBESTIME AS QUESTÕES LEGAIS E A CONCORRÊNCIA

Quando falamos de acesso ao mercado europeu, torna-se muito necessário entender as regulamentações e requisitos legais para operar nestes países. Você deve incluir questões relacionadas a impostos, alfândega, licenças e regulamentações específicas do setor.

Parceiros jurídicos e contábeis auxiliam nesta fase e compõem nosso hub de suporte a você.

A concorrência em Portugal pode ajudá-lo a entender como a empresa se encaixaria no mercado. Determine quem são os principais concorrentes e como a empresa se diferencia deles. Em nosso estudo de mercado, auxiliamos você neste processo.

A criação de uma estratégia de marketing e branding sólida pode ser levada para o mercado português, mas sempre compreenda que a questão cultural deve ser respeitada. Assim, a adaptação de materiais de marketing, logotipos e estratégias de comunicação é uma questão obrigatória.

CRIE UMA VISÃO DOS RISCOS

Realizar uma avaliação de riscos abrangente e considerar os riscos políticos, econômicos, cambiais e de mercado que podem afetar a operação da empresa em Portugal também deve ser colocado na mesa

Em muitos casos, acompanhamos projetos que, pelo descuido da operação do Brasil, quase que o projeto de internacionalização teve que ser encerrado.

É bastante complicado dar sentido a duas frentes sem perder o foco. Uma equipe definida para este programa de internacionalização reduz os riscos e cria uma cultura de internacionalização. Esse é um dos pontos mais relevantes deste processo. Você sempre deve considerar a cultura organizacional da empresa e como ela se alinha com a cultura de negócios em Portugal. A adaptação à cultura local é essencial para o sucesso.

Uma visão sobre o acesso a recursos em Portugal também precisa estar no seu radar. Certifique-se de que a empresa tem acesso a financiamento adequado para apoiar a expansão internacional. Isso pode envolver investimentos de capital, empréstimos ou parcerias estratégicas.

SEMPRE VALE A PENA LEMBRAR

Lembrando que a internacionalização é um processo complexo e requer planejamento cuidadoso. É importante envolver consultores e especialistas em negócios internacionais, bem como estar preparado para enfrentar desafios inesperados ao longo do caminho. A maturidade de uma empresa para a internacionalização é determinada por sua capacidade de se adaptar a novos mercados e sua disposição para investir tempo e recursos no processo.

Em uma escala de 1 a 6, se você está disposto a construir uma nova frente em sua empresa nos seis pontos expostos durante o artigo e também está consciente dos riscos, avance conosco e conheça nosso programa Scale Out.

CONHEÇA NOSSO PROGRAMA SCALE OUT

A Atlantic Hub criou processos e jornadas que podem contribuir de forma essencial para ajudá-lo a criar o seu mercado em Portugal. Eu convido você a conhecer melhor como podemos ajudá-lo.

O primeiro passo é estudar seu produto ou serviço em Portugal. Para isso, você precisa conhecer o nosso estudo de mercado MarketFit. É importante compreender que, tendo o MarketFit um cenário favorável quanto à oportunidade de negócio em Portugal, você deveria seguir para nosso próximo passo.

O segundo passo é conhecer com mais detalhes nosso programa Scale Out. No artigo “Programa Scale Out”, aprofundo esta jornada e crio os pilares para você iniciar sua internacionalização para a Europa. Conexões com leads reais, desenho da proposta comercial e acompanhamento de campo. Comece hoje mesmo estudando seu mercado conosco para começarmos corretamente esta nova fase da sua empresa e da sua vida.

O passo seguinte é marcar um momento conosco e conversarmos sobre as melhores estratégias para você, sua empresa e sua família. Tenha certeza de que você está com quem conhece a Europa e construiu bases sólidas em Portugal. Nosso time terá o maior prazer em ajudá-lo neste processo.

Forte abraço e deixe seu comentário para nós.

Leia também: COMO A ATLANTIC HUB AUXILIA NO PROCESSO DE ENTRADA E EXPANSÃO NO MERCADO PORTUGUÊS?

SOBRE O AUTOR

BENÍCIO FILHO

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP e Filosofia pela Universidade Dom Bosco. Mestre pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação, MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios. Pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, sócio da Core Angels Atlantic (Fundo de Investimento Internacional para Startups). Sócio fundador da Agência Incandescente e sócio fundador da Atlantic Hub e do Conexão Europa Imóveis, ambos em Portugal. Atua como empresário, escritor e pesquisador das áreas de empreendedorismo, mentoring, liderança, inovação e internacionalização. Em dezembro de 2019, lançou o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas”. Em dezembro de 2020 seu segundo “Do Caos ao Recomeço”, e em janeiro de 2022 o último publicado “ Metamorfose Empreendedora”.

Construir conhecimento só é possível quando colocamos o aprendizado em prática. O mundo está cansado de teorias que não melhoram a vida das pessoas. Meus artigos são fruto do que vivo, prático e construo.