REFLEXÕES SOBRE INOVAÇÃO

Recentemente desenvolvemos dentro do Palestra e Conteúdo um grande trabalho de inovação dentro de um tradicional grupo de ensino. Este grupo, apenas de Brasil tem mais de 100 anos. Com muitas escolas espalhadas pelo nosso território e muita tradição religiosa fomos contratados por eles para ajuda-los a refletir sobre o posicionamento atual desta instituição em relação ao seu segmento.

Em um primeiro momento, mergulhamos para entender como foi a jornada destas décadas de ensino. Incrível a história e as milhares de vidas transformadas pela instituição. Neste momento da história, apesar de continuar crescendo se abateu sobre eles um temor sobre a perenidade dos negócios para as próximas décadas.

Após nossa imersão, veio à tona para todos quantas oportunidades nos tínhamos diante dos nossos olhos de realmente levar valor para eles. Não tivemos dúvidas. Convidamos três startups que apartir da solução de problemas reais no universo da educação criaram novos modelos de ensino e negócios gerando modelos disruptivos de materiais a abordagens. Alinhado com este grupo de startups uma dinâmica para o encontro com os diretores desta instituição fomos para o grande dia.

UMA NOVA EDUCAÇÃO DEPENDE DE MUDARMOS AS MENTES

Grande surpresa foi que não deixamos claro quem eram os empreendedores para o grupo de diretores. Organizamos um momento de provocação inicial e logo em seguida apartir de dores definidas pela alta gestão dividimos os presentes em grupos pequenos propondo como desafio solucionar aquelas dores tendo como facilitadores das reflexões justamente aqueles empreendedores inovadores. Retornando após este momento de intenso trabalho e acesso a pratica da solução de problemas com ferramentas ágeis, tivemos um momento de conclusão sendo apresentado pelos grupos em formato de pith as conclusões geradas.

Feito este momento, enfim as startups apresentaram suas soluções e logo após conduzimos o que seria um intenso debate sobre os modelos e as dores. Confesso que a mudança de mentalidade dos envolvidos foi algo incrível. As pessoas são literalmente transformadas. Claro que não se transforma uma instituição centenária com um workshop de quatro horas. Porem os pontos para uma reflexão profunda sobre o modelo até então vigente e as novas formas de solucionar estes problemas são incríveis.

O valor de ações como essa que podemos chamar de imersão não é o intangível que é complicado de capturar justamente do dia do evento. O valor mesmo são os desdobramentos que passaremos a conduzir de transformação digital ao longo do ano em um plano estruturado de ações e estratégias.

CENTENAS E MILHARES DE EMPRESAS PRECISAM SE REINVENTAR

Temos um enorme desafio pela frente. Centenas de empresas de todos os segmentos estão se perguntando como continuarem relevantes diante das mudanças de comportamento dos consumidores. Nosso trabalho é ajuda-las a refletirem sobre toda a jornada já feita, entender os ensinamentos e ressignificar diante das transformações que estamos vivendo seu papel de relevância no mundo. Não se trata de reescrever missão e valores.

O que temos pela frente é entender qual o proposito de continuarmos existindo dentro deste novo contexto de mundo. Muito pouco mudou a sala de aula nestes 100 anos. Apenas para ficar no exemplo já descrito. Como ser algo novo com tantas amarras legais e tanta obrigação em ensinar conteúdos velhos e pouco relevantes. Estamos diante deste desafio. Podemos sim, repensar, construir novas abordagens ou como temos tido, ver como uma grande oportunidade de inserir um novo sentido a nossas corporações.

Sobre o autor,

Benício Filho.

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela UNIFESP em Neurologia Oftalmológica na área de Empreendedorismo e pós graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador da Palestras & Conteúdo, Sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal), atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio), além de participar de programas de aceleração como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros. Palestrando desde 2016 sobre temas como Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência, já esteve presente em mais de 300 eventos (número atualizado em dezembro de 2019). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul) bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas”.

Construir conhecimento só é possível quando colocamos o aprendizado em prática. O mundo está cansado de teorias que não melhoram a vida das pessoas. Meus artigos são fruto do que vivo, prático e construo.

Share This