O SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO EM PORTUGAL

A locomoção sempre é um grande desafio quando estamos em outro país. Lembro quando estive na Escócia que logo na saída do aeroporto a tentativa de pegar o metrô foi um caos total.

Nós não entendemos absolutamente nenhuma informação. O inglês parecia grego e tudo era para nós confuso e sem sentido.

Foram muitas experiências em muitos países do mundo. No Peru, por exemplo, andar nos ônibus da cidade é uma sensação de voltar ao tempo. Por ter regras complexas de importação de ônibus, você poderá facilmente andar em um ônibus com mais de cinquenta anos caindo aos pedaços.

No Chile funciona bem o sistema público, mas fique atento que não é claro o destino dos ônibus. Vindo para a Europa é comum as maiores metrópoles terem bons sistemas de transporte público interligados.

Londres com seu metro desde 1890 com mais de duzentas e setenta estações e quatrocentos quilômetros realmente até assusta pelo seu gigantismo.

Mas quase todos os países têm boa rede de transporte público. Portugal não poderia deixar de estar presente.

O metrô de Lisboa, por exemplo, teve seu início da operação em 29 de dezembro de 1959. Com 56 estações e extensão do sistema de 44,2 km com quatro linhas percorre quase todos os pontos da cidade.

O que torna ele mais eficiente para quem está morando na cidade é sua conexão com o comboio (trem), ônibus e barcos que cruzam o Tejo.

A sensação de ter quase sempre perto da sua casa uma estação torna-se muito confortável a locomoção pelo transporte público em Portugal.

VOCÊ PODE PERCORRER QUASE TODA A CIDADE PAGANDO MUITO POUCO NO TRANSPORTE PÚBLICO EM PORTUGAL

Algumas coisas você precisa ficar atento caso seu interesse seja permanecer por algum tempo na cidade de Lisboa.

Uma delas é ter em mãos um cartão para acessar toda a rede de transporte público em Portugal sem custos ou surpresas.

Se apenas uma viagem de metrô custa 1.5 euros você pode por 40 euros ter um cartão com duração da carga por trinta dias, mas sem que você tenha mais nenhum custo com isso.

A economia é gigante e você pode usar qualquer modal de transporte. Para fazê-lo estando em Lisboa não há muita dificuldade.

Primeiro tire fotografias três por quatro para documentos em alguma loja da cidade ou mesmo na estação Marquês de Pombal na linha amarela onde você irá fazer o cartão  Navegante para acessar o transporte público em Portugal.

Chegando com sua fotografia e passaporte bem como seu endereço em Lisboa você precisará preencher um formulário e pagar na entrega a primeira recarga.

Ponto importante é na estação Marquês de Pombal pegar o guichê que emite o cartão com urgência. Assim ele fica pronto em 24 horas.

Fazendo em um dia no outro pela manhã você pega e já pode usufruir dos recursos e dos trajetos.

Leia também: AS PRIMEIRAS HORAS EM PORTUGAL

O DIA A DIA USANDO O TRANSPORTE PÚBLICO EM PORTUGAL

Já estou acostumado a usar o transporte público de Lisboa e de outras cidades de Portugal. Estando em Lisboa, baixe rapidamente um mapa do metrô e do comboio.

Preste atenção por onde percorrem as linhas e seus destinos finais. Entenda as estações de conexão com outras linhas e modais.

Aos poucos perceberá que o sistema é pontual, agradável e todo mundo usa. De moradores, turistas e estrangeiros.

Vale muito a pena contar com este formato de locomoção. Se pensa em alugar um carro para o dia a dia repense.

Além de ser bem mais caro, estacionar em Portugal é um desafio. Com os prédios não tem estacionamento é uma luta conseguir uma vaga.

Veja também: CINCO COISAS QUE APRENDI EM PORTUGAL

CHEGANDO EM PONTOS TURÍSTICOS COM O TRANSPORTE PÚBLICO

Uma das melhores experiências que já tive com o transporte público de Portugal é poder chegar em pontos turísticos até distantes da capital por intermédio dos seus comboios.

Sintra, por exemplo, é uma ótima opção com seus castelos e parques para visitar. Saindo da estação Rossio você poderá em pouco mais de trinta minutos estar em Sintra e percorrer monumentos património da humanidade ou ainda caminhar pelo centro histórico.

Praias também podem ser facilmente seu destino com os comboios. Cascais ou outras praias bem perto de Lisboa aguardam a sua visita.

Fazer turismo com o cartão infinito (brincadeira minha) Navegantes é uma superaventura.

NÃO ANDE COM SEU PASSAPORTE

Seu passaporte em Lisboa deve ficar guardado em casa no dia a dia. Apenas ande com ele quando ele realmente for ser utilizado.

O passaporte brasileiro por sua abrangente aceitação é ouro na mão de batedores de carteira. Eles não utilizam violência nem armas, mas podem em um piscar de olho levar seu passaporte ou celular.

Não brinque com objetos em bolsos que você não percebe o toque. Apesar de Portugal ser um dos países mais seguros do mundo, os batedores de carteira são onipresentes em toda a Europa.

BAIXE O BOLT

No Brasil nossa comparação de preço com o Uber é o 99. Em Portugal você deve baixar o aplicativo Bolt.

Na maioria das vezes chega a ser 30 a 40% mais barato que o Uber. Não é pouco quando seu percurso ultrapassar os cinco euros. Deixe-o pronto no celular para utilizar quando for a melhor opção.

Facilmente você passará das uma da manhã em noites mais animadas. Depois deste horário o metrô não funciona. Será o Bolt seu caminho de volta.

Leia mais: CAMINHANDO POR PORTUGAL

VOCÊ PODE TAMBÉM UTILIZAR O PATINETE, MAS NÃO ESQUEÇA QUE CAMINHAR É INCRÍVEL

Os patinetes são também uma ótima opção. Pelo Bolt você também pode usá-lo. Com pouco mais de um euro você anda bastante.

Gosto da sensação de andar neles. Mas tome cuidado com a devolução do mesmo. Olhe no mapa onde você irá poder deixá-lo.

Não é possível deixar em qualquer lugar. Já tive experiências em que deixá-lo me obrigou a andar mais do que o destino que eu tinha.

Uma das coisas que mais gosto de fazer em Lisboa, bem como em outras cidades de Portugal é caminhar.

Cada rua tem sua graciosidade, história e encantos. Faça isso com frequência. Lembre-se que além de fazer bem a saúde irá ajudá-lo a perder os quilos que irá ganhar com a alimentação incrível de Portugal, tendo ainda o vinho e as cervejas como adicionais.

Caminho sempre bastante em Portugal. Cheguei a um ponto de caminhar todo dia a mais de dez quilômetros. Confesso que adoro isso.

Levante a cabeça, olhe ao redor, caminhe devagar, pois as pedras podem surpreender você ao pisar. Veja o que está a sua frente e esteja sempre olhando as placas.

Elas podem apresentar a você uma parte da história deste pequeno país.

Bem, se você quiser conversar e compreender mais sobre Portugal, agende um momento para conversarmos e juntos discutiremos seu futuro em Portugal.

Forte abraço! 

AUTOR:

BENÍCIO FILHO

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC-SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atualmente está em processo de conclusão do curso de bacharelado em Filosofia pela universidade Salesiana Dom Bosco.

Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador da Palestras & Conteúdo, sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), sócio fundador da Agência Incandescente, sócio fundador do Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal).

Atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio). Além de participar de programas de aceleração, como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros.

Palestrando desde 2016 sobre temas, como: Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência. Já esteve presente em mais de 230 eventos (número atualizado em dezembro de 2020). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul), bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas” e em dezembro de 2020 “Do Caos ao Recomeço”.

Construir conhecimento só é possível quando colocamos o aprendizado em prática. O mundo está cansado de teorias que não melhoram a vida das pessoas. Meus artigos são fruto do que vivo, prático e construo.